Skip to main content

Os Quilombos Artísticos Pedagógicos são os espaços de formação e criação do Dona Ruth: Festival de Teatro Negro de São Paulo. Aqui, pessoas indígenas e negras com atuações em diversas artes e áreas de pesquisa se encontram com o público para instaurar, de forma coletiva, processos de estudos e experimentações artísticas e pedagógicas.  

A crítica como pensamento e criação

Orientação: Soraya Martins (MG)
Formato: online, fechada para pessoas inscritas previamente
Local: Oficina Cultural Oswald Andrade – Zoom
Datas: 23, 24, 30 e 31
Horário: 10h às 13h

Número de vagas 15

Forma de seleção
Aberto para pessoas negras e indígenas; Seleção se dará por meio de uma carta de intenção.

A atividade formativa visa, a partir da análise de peças teatrais e performances contemporâneas negras, pensar a crítica teatral como lugar de onde se pode refletir e discutir a pluralidade das estéticas negras. Visa também, e principalmente, pensar a crítica como espaço de produção de pensamento, implicado em: perspectivar e produzir outras histórias e teorias sobre o Teatro Brasileiro, ler a contrapelo a própria ideia de Brasil e redistribuir/criar imagens e imaginários políticos, éticos e estéticos outros.

Soraya Martins é atriz, crítica e pesquisadora de teatros, curadora independente. Foi curadora do FIT-BH 2018 e do FIAC-BA 2019. Escreve críticas para diversos projetos e festivais: segundaPRETA, Horizonte da Cena, Festival de Curitiba, Mit-sp, Janela de Dramaturgia, Festival de Cenas Curtas do Galpão Cine Horto, Festival Estudantil de Teatro, A.Mostra.Lab. É doutora em Letras, cuja pesquisa é um estudo sobre as Teatralidades Contemporâneas Negras e seus vários modos de presentar a negrura dentro e fora dos palcos.

Atenção:
Esta atividade vai ocorrer via Zoom, por isso será necessário que todas as pessoas participantes baixem o aplicativo em seus dispositivos. 

Inscrições encerradas

Leave a Reply